Archive for the ‘LEIS’ Category

Paradoxo libertário

sábado, março 17th, 2018

Paradoxo no qual o liberal ou libertário afirma que para garantir sua liberdade tem de garantir a liberdade dos grandes.

 

Chamada também de “Teoria da Esmola da Liberdade”

Carta ao Contran / Denatram

sexta-feira, março 16th, 2018

Caros servidores estatais,

e seus representante legais,
saudações.

Quero registrar minha insatisfação quanto a esse Orgão Denatran e Contran pela contramão das leis internacionais quanto a multas de trânsito e obtenção/renovação da carteira de motorista. Nos últimos anos, tem se mostrado um órgão famigerado.
É uma situação que envolve milhões de brasileiros.
A princípio, as horas aulas impediram que autonomamente se tirasse, como na década de 90 a carteira, sendo apenas possível através de horas aulas de cursos, portanto, foi necessário auto escolas. Assim, os preços vergonhosamente quadruplicaram, o trânsito nada mudou.

A cada ano que passa, por pressão quem sabe das auto escolas, se aumenta o preço e as exigências para tirar a carteira.

Agora, os famigerados órgãos, não contente em dificultar a vida do cidadão, agora o perseguição e extorquirão mais um pouco, porque será também necessário mais cursos para renovar a carteira de motorista.
É uma situação diferente do mundo, mas se entende como contra um povo ignorante e passivo, que não conhece seus direitos.
Quanto a indústria de multas, é só lamentar pelos constantes aumentos, quiça quem sabe, para cobrir os caixas e gastos do governo, alegando falsamente a segurança do cidadão.
A situação das rodovias é calamitosa. Culpar o motorista e aumentar as multas foi uma outra esperta decisão para tirar o foco do conserto e manutenção das rodovias, culpando exclusivamente o motorista, e isentando o Estado.
Por tudo isso considero junto com a maioria dos brasileiros o mais famigerado dos órgãos de todo governo, e se pressente a indústria de leis contra o povo que funestamente sai desses órgãos de trânsito, tudo se aproveitando sempre da ignorância do povo e sua passividade.
Destarte, ainda devemos apelar pela coerência e o bom senso daqueles servidores que servem o povo.

 

 

Ernesto Pilotto Neto

Fabricando o medo I

segunda-feira, novembro 20th, 2017

Infelizmente a desconfiança povo entre povo, vizinho contra vizinho é uma arma das elites que foi enfiada na cabeça do povo. Eles trabalham com nossos medos, e a esquerda caiu como um patinho. Onde já se viu o trabalhador ser armado? isso é coisa de propriedade das elites, cheias de seguranças, e de seus capachos políticos com seus seguranças, pagos com nosso dinheiro.

Dividir para reinar, povo contra povo, vizinho contra vizinho, desconfiança no trânsito, briga de bar, essa é criação da psicologia do medo… assim eles elite mantém o monopólio da força e das armas.

 

Quem te escraviza é o governo

quarta-feira, outubro 25th, 2017

Alguém, em sã consciência, com um mínimo de estudo, acredita que dando mais poder aos fiscais do governo, vai ajudar ao povo? Só se for muito ignorante.

Marginais

terça-feira, julho 19th, 2016
latinhaMarginais
 
Já sabemos que no Brasil os marginais assumem todos os postos dos governos, se tornam políticos e autoridades. Com toda essa crise, a cúpula continua faturando alto. Inclusive eles também garantem facilidades aos seus pequenos comparsas nas ruas, ladrões que estão assaltando e matando, tenham garantia de sucesso, com um povo desarmado. Assim, milhões de famílias ficam a mercê dos criminosos de todas as maneiras possíveis. Ficou fácil demais e o Brasil esta no abismo mais profundo que se pode imaginar. Mas há outros setores que as gangs de marginais bastante organizados também atuam.
 
Reportagem publicada pelo jornal norte-americano “The New York Times”, no fim de 2014, informou que os juros praticados em algumas linhas de crédito no Brasil “fariam um agiota americano sentir vergonha”, citando os cartões de crédito.
 
Estudo da consultoria Economática, divulgado em março deste ano, informa que a mediana da Rentabilidade sobre o Patrimônio (ROE) de todos os bancos brasileiros de capital aberto no ano de 2015 foi de 10,78%, contra 7,92% dos bancos dos Estados Unidos.
 
Remuneração de banqueiros e afins
 
Remuneração de chefes de grandes instituições mundiais sobe quase 8%. Nos Estados Unidos aumento foi em média de 10%
Nunca tem crise para banqueiro. Os executivos-chefes de grandes bancos mundiais tiveram a remuneração aumentada em 7,6% no ano passado. A média é de US$ 13,1 milhões para cada um deles.
 
Nos Estados Unidos, os números são ainda mais altos. O pacote salarial médio dos chefes dos seis maiores bancos norte americanos subiu cerca de 10%. No J.P. Morgan Chase, Goldman Sachs, Citigroup, Wells Fargo, Bank of America e Morgan Stanley eles ganharam em média US$ 20,7 milhões em 2015, incluindo salários, bonificações pelo desempenho no ano e contribuições previdenciárias.
 
Bolsa empresario
 
Sabia-se que as centenas de bilhões de reais que, entre 2009 e 2015, o Tesouro repassou ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiar investimentos não estimularam o crescimento, mas beneficiaram muitas empresas escolhidas pelo governo…
 
…Levantamento feito pelo economista José Roberto Afonso, pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas, mostra que os bancos comerciais (…) se apropriaram de mais de R$ 8 bilhões dos R$ 10 bilhões de spreads que as operações geraram. O BNDES, assim, ficou com menos de R$ 2 bilhões“. (Folha)
 
O “Bolsa Empresário” foi construído no âmbito do BNDES. “Os empréstimos do Tesouro aos bancos públicos, especialmente BNDES, pularam de R$ 14 bilhões para R$ 438 bilhões. Como o Tesouro se endivida a uma taxa muito maior do que vai receber, o subsídio escondido nessa operação já é de R$ 24 bilhões por ano. Esse é o tamanho do “bolsa empresário”, que é equivalente à Bolsa Família. E o BNDES está neste momento pedindo mais empréstimos ao Tesouro” (2). Não custa lembrar a presença “inocente” de grandes beneficiários de empréstimos do BNDES como destacados financiadores de campanhas eleitorais em todos os níveis, notadamente para o cargo de Presidente da República.
 
Bolsa Banqueiro
 
Termo amplamente utilizada por Plínio de Arruda Sampaio, candidato do PSOL à Presidência da República em 2010 (4). Retrata o pagamento do serviço da dívida pública (juros, “amortizações” e encargos). A montanha de dinheiro envolvida é obtida, via tributação, do conjunto da sociedade, notadamente assalariados e consumidores, e transferida por intermédio do “sistema da dívida” (ou “bolsa banqueiro”) para um pequeno e seleto grupo de privilegiados. Esse mecanismo, notadamente pelo seu porte, subtrai vultosos recursos de investimentos estratégicos e de políticas públicas voltadas para a efetivação dos direitos sociais (art. 6o da Constituição)
 
Conclusão
 
É claro que toda essa situação esta assim graças aos comparsas menores, pois são em grande quantidade, e essas situações tem seus cúmplices em todas as áreas, inclusive, na imprensa. São os indigentes morais que ganham as migalhas para manter e apoiar esse sistema escabroso que está ai, até que um dia, eles também infelizmente serão vitimas.

Massacre nos EUA e repercussão nos direitos

segunda-feira, junho 20th, 2016

O massacre em Orlando, EUA, novamente abriu uma discussão tremenda sobre o direito Universal as armas. Direito inquestionável. E ainda há políticos com ânsia de tirar o direito do povo. Atualmente a esquerda no mundo quer tirar esse direito, sabendo que ela, um dia, como representante do povo, lutava por esse direito.

Na Roma antiga, somente senhores podiam portar espadas. Escravos ou “povão” ficavam a mercê de paus e pedras para suas defesas. Foi uma luta já naquela época.

A Revolução Francesa, também, garantiu que não somente nobres portassem armas, mas o povo.

Nas revoluções comunistas e socialistas, o povo era chamado as armas contra o burguês, as “elites”. Porém, depois estes mesmos socialistas no poder, cortavam qualquer chance dessas armas continuarem nas mãos do povo.

Uma coisa deve ficar clara, pois muitos desconhecem seus direitos, tão acostumados que estão a subserviência ao estado e as autoridades: É o povo que dá as ordens, que paga os salários da autoridade ou político. Esse esta ali para representa-lo, e não para usurpar seus poderes e direitos, na tentativa de criar uma classe superior. É o povo que deve portanto, ter seus direitos  garantidos. Qualquer que diga, particularmente nesse assunto, que somente autoridades devem portar armas deve ser tachado de inimigo publico. Não só porque é um ignorante da sua posição de servidor, mas porque é possivelmente um mal intencionado.

” O governo é a forma que o povo escolheu para executar a sua vontade”.

 

Como se aumenta o fosso social no Brasil

quarta-feira, abril 6th, 2016

O Brasil é uma país caro de se viver. E o povo, por demais servil aos interesses de políticos e grandes empresas, que vivem em simbiose. Mesmo os atuais partidos ditos sociais ou socialistas, não apresentam uma solução definitiva para a grande diferença social e econômica entre ricos e pobres, diga-se de passagem, a maior do mundo.

O próprio povo, o jovem, é educado para ser servil aos interesses da exploração, seja do governo ou empresas. Basta questionar qualquer jovem sobre o preço abusivo, por exemplo, que se paga no Brasil pela carteira de motorista. A resposta, antigamente, seria: vamos lutar por um pais mais justo e por taxas mais adequadas ao povo. Hoje, infelizmente, isso não acontece. Hoje a resposta do jovem será: vou trabalhar para ter dinheiro e pagar. Isso claro resultará no país mais caro do mundo para se viver e nos jovens mais alienados de todo planeta. Graças a um perfil servil da população e de uma imprensa  que explora essas fraquezas o custo público do país é exorbitante, cada ano ultrapassando qualquer média no mundo.

Ou mudamos para um perfil de equilíbrio, luta, igualdade ou afundaremos cada vez mais nesse fosso social, que começa em nosso comodismo e despreocupação com o semelhante.

Inimigos do povo, seus partidos e como votam

quarta-feira, março 2nd, 2016

Ontem, 1º de março de 2016, houve votação para liberar o porte de arma para algumas categorias de servidores. Infelizmente o projeto não passou por votação contraria dos partidos PT, PSDB, PPS, e os comunistas. São todos partidos com ânsia de poder e que querem também desarmar o povo. Tem posicionamento de esquerda, a esquerda usurpadora dos direitos.

Segue a lista e a orientação dos partidos e votos dos deputados:

Lista, clique aqui

Liberdade e lei

segunda-feira, setembro 7th, 2015

“Liberdade significa responsabilidade. É por isso que tanta gente tem medo dela”.

George Bernard Shaw

 

 

Não nos assusta ver a quantidade de pessoas que pedem mais leis para sanar dificuldades. Ignoram a face legítima da liberdade. Não nos impressiona pessoas pedindo mais restrições e leis restritivas. A ignorância e a falta de visão é uma epidemia pior que uma grave doença.

Politicas contra o Brasil

domingo, agosto 2nd, 2015

O partido PT, globo e parte do psdb apoiam vergonhosamente o desarmamento do cidadão honesto

Hoje essa foi uma das péssimas publicações do facebook do PT. Ja foi explicado em detalhes que desarmar o povo é torna-lo mais dócil aos governos corruptos e ineficientes e sujeita-lo a todos os bandidos. É deixa-los submissos e dependentes da ação governamental que em geral nunca aparece. Sem contar as verdadeiras estatísticas: 200 mil pessoas morreram já nos últimos anos por não conseguirem defender a si ou suas famílias, mais 165 mil estupros e outros 2 milhões de assaltos, graças ao desarmamento do cidadão honesto.

Meu caro PT: Bancada da bala não existe. Quem mais sofre com o desarmamento é o povo, que não tem condições de ter seguranças. Políticas sujas como essa de desarmamento é que escondem interesses escusos (enfraquecer o povo sutilmente alegando sua própria segurança). Esta na hora de fazer a Revolução contra políticos que defendem bandidos.

Toda essa suposta esquerda brasileira (incluída boa parte do psdb) tem opiniões semelhantes sobre diversos assuntos: desarmamento da população, não a redução da maioridade penal, demarcação de supostas terras indígenas. Não é de estranhar que todos estejam unidos nessa hora porque pensam todos iguais. Claro que impeachment poderia causar mais problemas ao povo que resolver.

Mudanças drásticas virão.

pt