Carta ao Contran / Denatram

Caros servidores estatais,

e seus representante legais,
saudações.

Quero registrar minha insatisfação quanto a esse Orgão Denatran e Contran pela contramão das leis internacionais quanto a multas de trânsito e obtenção/renovação da carteira de motorista. Nos últimos anos, tem se mostrado um órgão famigerado.
É uma situação que envolve milhões de brasileiros.
A princípio, as horas aulas impediram que autonomamente se tirasse, como na década de 90 a carteira, sendo apenas possível através de horas aulas de cursos, portanto, foi necessário auto escolas. Assim, os preços vergonhosamente quadruplicaram, o trânsito nada mudou.

A cada ano que passa, por pressão quem sabe das auto escolas, se aumenta o preço e as exigências para tirar a carteira.

Agora, os famigerados órgãos, não contente em dificultar a vida do cidadão, agora o perseguição e extorquirão mais um pouco, porque será também necessário mais cursos para renovar a carteira de motorista.
É uma situação diferente do mundo, mas se entende como contra um povo ignorante e passivo, que não conhece seus direitos.
Quanto a indústria de multas, é só lamentar pelos constantes aumentos, quiça quem sabe, para cobrir os caixas e gastos do governo, alegando falsamente a segurança do cidadão.
A situação das rodovias é calamitosa. Culpar o motorista e aumentar as multas foi uma outra esperta decisão para tirar o foco do conserto e manutenção das rodovias, culpando exclusivamente o motorista, e isentando o Estado.
Por tudo isso considero junto com a maioria dos brasileiros o mais famigerado dos órgãos de todo governo, e se pressente a indústria de leis contra o povo que funestamente sai desses órgãos de trânsito, tudo se aproveitando sempre da ignorância do povo e sua passividade.
Destarte, ainda devemos apelar pela coerência e o bom senso daqueles servidores que servem o povo.

 

 

Ernesto Pilotto Neto

Comments are closed.